Photoderm Nude Touch Bioderma FPS 50+ | Resenha

Recentemente a Bioderma lançou no mercado brasileiro o Photoderm Nude Touch – um protetor solar que promete revolucionar o mercado deixando todos os concorrentes obsoletos.

O Photoderm Nude Touch FPS 50+ é um protetor solar, indicado principalmente para PELES OLEOSAS. O que MUITO nos interessa, não é mesmo?

O que a marca promete:

Benefícios do Produto

  • Alta proteção FPS 50+ com textura ultraleve 100% mineral – UVA 25
  • Em apenas 60 segundos confere uma cobertura natural com toque mate aveluado através da sua nova tecnologia Liquid to powder
  • Pele protegida e sem brilho por até 8 horas: função oil control
  • Após 21 dias de uso melhora a textura da pele, deixando-a mais uniforme.

Bom saber

  • Três tonalidades (Muito claro, Claro e Dourado)
  • Hipoalergênico
  • Não comedogênico
  • Sem perfume
  • Muito resistente à água
  • Fotoestável
  • Uso diário

Embalagem:

A embalagem possui 40 ml e é muito segura.

O produto não vaza e ela é relativamente pequena, o que facilita levar o protetor na bolsa ou na bagagem durante uma viagem.

Minha sugestão para a embalagem seria que ela fosse um pouco mais maleável e que o bico fosse diferente, tipo as embalagens de colírio sabe? Seria muito mais prático e fácil de controlar a quantidade de produto.

Textura:

A textura do produto é bem líquida, o que facilita bastante pra espalhar na pele. A marca indica aplicar o produto usando as mãos ou pincel. Não usar esponjinha – ela deposita e retira o produto ao mesmo tempo, o que diminui a eficácia da proteção.

Assim que aplicamos o produto pela primeira vez, causa uma certa estranheza. A sensação é de estar aplicando um sérum ligeiramente oleoso e fica a dúvida se o acabamento será mesmo mate, como promete a marca.

Porém, depois de seco o liquido evapora e o que fica é um acabamento bem leve, quase de primer, deixando a pele com acabamento semi-mate.

Na prática:

Pele limpa – sem nada / Com Phoderm Nude Touch

A principal intenção do produto não é corrigir a pele e sim proteger. E mesmo apesar da textura ser bem fluida, eu gosto muito do resultado: funciona mais como um “uniformizador” do tom da pele do que como uma base. Eu aplico usando as mãos, acho bem prático.

Fica a sugestão pra quem não gosta de usar make pesada pro dia a dia ou até mesmo pros meninos que gostam de uniformizar o tom da pele sem parecer que está maquiado.

Ponto negativo: em mim, o produto acumula nas dobrinhas dos olhos.

Durabilidade:

Sem produto / com produto / Apenas com Photoderm Nude Touch sem base, com corretivo e o restante da make do dia a dia.

Minha pele é extramente oleosa e eu achei que o produto aguentou super bem no dia a dia. Tanto sozinho quanto com base por cima. Geralmente depois de algumas horas eu apenas retoco com o pó translúcido em volta do nariz e embaixo dos olhos.

Conclusão:

Por enquanto, não notei a redução da oleosidade como prometido pela marca. Mas em todo caso o meu último mês foi bem atípico e cheio de alergias (quem me acompanha no stories do Instagram viu meu dilema), então por enquanto eu realmente não sou capaz de opinar (Glória Pires feelings) a respeito da diminuição de oleosidade a longo prazo.

Mas,particularmente eu gostei muito do Photoderm Nude Touch 50+. Dentro dos produtos similares que eu já provei com fator de proteção tão alto é o meu favorito e eu pretendo continuar usando.

Durante o evento de lançamento do Photoderm Nude Touch, o pessoal do mkt da Bioderma comentou conosco que este produto foi desenvolvido pela mesma cientista que criou o Sensibio (nossa água micelar favorita da vida). Então a expectativa de sucesso é realmente grande.

E você já testou o Photoderm Nude Touch 50+? Me conta aqui nos comentários qual é seu protetor solar favorito!!

Veja também:

Sobre o Óleo Corporal Lolita | The Body Shop

Resenha | H.A. Intensifier Skinceuticals

Penteados para cabelos curtos

7 thoughts on “Photoderm Nude Touch Bioderma FPS 50+ | Resenha

  1. Achei o produto bom, mas para quem está com a pele ressecada (no meu caso, pois estou usando ácido) o efeito final fica péssimo. As casquinhas ficam muito evidentes… Quanto à oleosidade, o efeito matte fica por poucas horas. Eu ainda prefiro o La Roche Posay airlicium com cor.

    1. Hummmm… é pq ele tem essa tecnologia que faz ele virar pó depois que seca, então acaba mesmo ressaltando as peles que estão soltando né? O ideal nesse caso realmente é usar um produto cremoso pra não evidenciar. Vou experimentar esse Airlicium ai também! <3

  2. Oi, tudo bem? testei e gostei do produto, deu certo na minha pele. No entanto notei uma coisa estranha, quando coloco ele no dorso da mão e espalho, sinto uma bolinhas, como se fosse uma areia, ele não parece completamente liquido, mas depois que espalho essas bolinhas somem. Esquisito. Gostaria de saber se é isso mesmo, ou o que eu comprei veio com algum problema na formulação. Se puder me tirar essa dúvida, agradeceria muito!!

  3. Gosto muito dele, mas tive esse problema de esfarelar tb, pois estou usando ácido e realmente ele fica péssimo quando a pele é ressecada e seca, que é o caso da pele com ácido.

    Bjs

Me conta, o que achou?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome *

css.php